16 de outubro de 2020 – N.º 1.514

Especialistas falam sobre novas drogas hematológicas e a sustentabilidade do sistema de saúde

Tamara Passos de Castro, Jorge Vaz Pinto Neto e André Marinato participaram do evento online ao vivo

Novas Drogas Hematológicas e a Sustentabilidade do Sistema de Saúde” foi tema do UNIDAS Conecta realizado na última quinta-feira (16). O evento online foi mediado por Tamara Passos de Castro, médica da família da Cassi-DF, e contou com as apresentações de Jorge Vaz Pinto Neto, especialista em hematologia e hemoterapia, e André Marinato, hematologista com atuação no diagnóstico e tratamento das doenças onco-hematológicas.

Jorge Vaz iniciou a discussão mostrando como as novas drogas foram fundamentais para a redução da mortalidade no tratamento da Leucemia Linfoide Crônica (LLC), além de serem mais eficazes e menos tóxicas que a imunoquimioterapia. “A LLC é uma doença, em seu conceito, incurável, que resulto do acúmulo de linfócitos monoclonais funcionalmente incompetentes”.

Ao falar sobre a Leucemia Mieloide Aguda (LMA), o especialista destacou ser um problema fatal em 55% dos casos. “Não é uma doença que dá para conviver. Ou tratamos o paciente, ou ele morre”, explicou.

André Marinato, por sua vez, abordou os desafios para o gestor na avaliação clínica e econômica das novas tecnologias hematológicas. “Deve existir uma integração entre toda cadeia envolvida nos cuidados ao paciente na gestão oncológica: plano, avaliador, hospital e médicos. O gestor da saúde é o maestro dessa orquestra”, declarou.

Ao final do evento, os palestrantes abriram para perguntas do público e tiraram as dúvidas ao vivo. O vídeo completo está disponível no canal na intranet da UNIDAS, apenas para filiadas, basta clicar aqui.

No Conecta, cedemos espaço para que prestadores de serviços e empresas parceiras compartilhem informações e soluções com as operadoras autogestão em saúde. As informações e posições compartilhadas neste evento refletem as opiniões pessoais dos participantes.