9 de outubro de 2020 – N.º 1.508

Especialistas discutem sobre como a inovação contribui para a sustentabilidade do setor
e novos tratamentos para artrite r
eumatoide 

Discussão foi feita no UNIDAS Conecta, espaço para compartilhamento de soluções e informações que colaborem com as autogestões e o setor de saúde 

Nesta quinta-feira (8), aconteceu mais uma edição do UNIDAS Conecta, com os temas “como a inovação pode contribuir para a sustentabilidade do sistema suplementar de saúde” e “novos tratamentos para artrite reumatoide”. O evento contou com a participação de João Paulo dos Reis Neto, médico e diretor-presidente da Capesesp, e de Adriana Kakehasi, médica, professora e membro da Comissão de Artrite Reumatoide da Sociedade Brasileira de Reumatologia. A mediação foi de Amanda Bassan, diretora técnica da UNIDAS-SP, com patrocínio da AbbVie.

João Paulo falou sobre o conceito de inovação e outras formas de modernizar, seja modificando um determinado processo, produto ou ambos, e sobre a importância de entregar valor ao paciente. “Muitas vezes conseguimos isso a partir da redução de custos, mas também podemos reduzir o tempo de atendimento, por exemplo. Podemos inovar para dar mais autonomia para o paciente, com aplicativos para controle da saúde. Enfim, existem várias formas de inovação, para contribuir de alguma maneira para o sistema de saúde, seja público ou privado”, explicou.

As ameaças para a sustentabilidade do setor, como o modelo de pagamento fee for service, também foram abordadas pelo palestrante, bem como as inovações, incluindo Big Data, Telemedicina, Internet das Coisas, Blockchain e impressão 3D, e como essas tecnologias podem revolucionar a relação com os beneficiários.

Em seguida, Adriana Kakehasi falou sobre artrite reumatoide, doença inflamatória crônica que pode afetar várias articulações, além de abordar fatores atrelados à doença e às formas de tratamento. Kakehasi também destacou a importância do diagnóstico precoce, o acompanhamento rigoroso e a gestão do paciente.

“Para melhor gestão desse paciente, é importante encontrar parceiros com excelência em termos de conhecimento científico, tratamento e diálogo com a operadora de saúde, para fazer, juntamente com a operadora, a gestão do paciente. O caminho conjunto é, sem dúvida, uma inovação”, ressaltou.

Ao final do evento, os palestrantes debateram sobre a relação entre inovação, sustentabilidade do setor e as possibilidades de tratamento. O vídeo completo está disponível no canal da UNIDAS no YouTube.

No Conecta, a UNIDAS cede espaço para que prestadores de serviços e empresas parceiras compartilhem informações e soluções com as operadoras de autogestão em saúde. As informações e posições divididas neste evento refletem as opiniões pessoais dos participantes.