7 de julho de 2020 – nº 1.421

11ª reunião extraordinária da Comissão Jurídica UNIDAS fala sobre dificuldades de realização de cirurgias eletivas em algumas localidades

Mais uma vez, a Comissão Jurídica da UNIDAS, composta por advogados representantes das filiadas de todas as regiões do País, reuniu-se extraordinariamente para debater assuntos importantes em meio ao atual cenário da saúde, devido à pandemia da Covid-19.

Por meio de uma videoconferência, os membros do grupo destacaram as dificuldades de realização de cirurgias eletivas em algumas localidades. Diante dessa situação, ficou esclarecida a importância de redobrar a atenção sobre esse assunto. Afinal, os problemas já não estão mais relacionados apenas a UTIs e respiradores, mas também com a falta de medicamentos de sedação, para realização da traqueostomia, como aconteceu em Minas Gerais, por exemplo.

Outros temas como repercussão geral do art 31 – plano para inativos, da ação civil pública de Pernambuco e RN n. 458 também pautaram a reunião, que aconteceu na última quinta-feira, 2 de julho.